Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis

Mostra Coletiva do Prêmio AF de Arte Contemporânea

Há quatro anos, o Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea oferece oportunidade para a profissionalização de artistas catarinenses em início de carreira. O objetivo é destacar artistas de qualquer idade, com portfólio coerente e que demonstre o espírito de exploração e o desenvolvimento de novas perspectivas no domínio de trabalho escolhido.

Após duas etapas de seleção, uma virtual e outra presencial, o júri definiu 29 obras, entre pinturas, esculturas, fotografias, vídeos e performances que farão parte da Mostra Coletiva do Prêmio. Os três primeiros colocados serão anunciados na noite de abertura e o grande vencedor ganha 2 meses de residência artística na Cité Internationale des Arts em Paris, além de uma bolsa de 10 mil reais para ajudar a custear a viagem.

Com a intenção de promover o debate sobre as artes visuais contemporâneas, bem como a promoção e formação dos artistas participantes, a mostra contará com eventos paralelos, entre eles, uma palestra com a fotógrafa e artista Cris Bierrenbach, uma exibição do filme de arte catarinense “O casamento de Clarice e Bataille” seguido de debate com uma das diretoras, além de uma roda de conversas sobre a experiência em Paris com os últimos vencedores do Prêmio, Osmar Domingos e Juliana Hoffmann. Também acontecem ao longo da programação do Prêmio, no mesmo local, o Sexta Jazz AF de outubro e o Concerto AF Un Duo et Deux Trios.

 

Mostra Coletiva

29 obras dos artistas: Ana Clara Ignacio Costa, Ana Carolina Nogueira, Ana Sabiá, Audrian Cassanelli, Carlos Silva, Daniel Pfeifer, Diana Chiodelli, Fabio Dudas, Jéssica Luz, Lese Pierre Lima, Leto William, Luciana Knabben, Marcos Walickosky, Milton Cazelatto, Moro Rodríguez, Ricardo Sommer, Sara Ramos, Sebastião g. Branco e Silvia Carvalho.

De 2 a 7 de outubro, das 10h às 22h

Sala Lindolf Bell – Centro Integrado de Cultura

Florianópolis

Entrada Franca

Acessibilidade: A mostra promoverá, na segunda dia 6 de outubro às 16h,  uma visita guiada com Audiodescrição e Libras. Interessados devem enviar e-mail para contato@marte.art.br ou entrar em contato pelo telefone 48 37175397.

 

Abertura

Segunda-feira, 2 de outubro, 20h

 

Chegou a hora de conhecer os vencedores da edição 2017 e conferir as obras da Mostra Coletiva. O evento conta performance da artista Cris Bierrenbach e discotecagem do DJ Isaac Varzim.

 

Entrada Franca

Sala Lindolf Bell – Centro Integrado de Cultura

Sujeito à lotação da sala.

 

Palestra com fotógrafa e artista Cris Bierrenbach

terça-feira, 3 de outubro, 20h

CRIS BIERRENBACH [São Paulo,1964], fotógrafa e artista autodidata, iniciou sua carreira como fotógrafa no jornal Folha de S.Paulo em 1989. Desenvolve um trabalho artístico que, junto com a fotografia, inclui vídeo, performance e instalação, além de uma extensa pesquisa sobre técnicas de impressão do séc. XIX.  Já ganhou os prêmios Prêmio Porto Seguro de Fotografia (2004), Prêmio Marc Ferrez de Fotografia da Funarte (2010), Prêmio Aquisição Centro Cultural São Paulo (2009), Prêmio de Arte Contemporânea da Funarte (2010), Prêmio Fundação Joaquim Nabuco (2011) e Prêmio Candango de Direção de Arte no 41º Festival de Cinema de Brasília (2008).

Realizou 17 exposições individuais e suas obras já foram exibidas na França, Espanha, Holanda, Japão, México, Alemanha, Argentina, Bélgica, Chile, Cuba, Estados Unidos, Inglaterra, Uruguai, Marrocos, Republica Tcheca e Portugal. Possui obras nas coleções do MASP, MAM-SP, MAC-USP, Banco Itaú, Porto Seguro, Centro Cultural São Paulo e Maison Européenne de la Photographie, entre outros. Em 2005 foi convidada pela editora Cosac Naify a publicar um livro com seu trabalho dentro da coleção Foto-Portátil. Suas obras também encontram-se publicadas em livros sobre arte e fotografia, tais como:  Geração da virada, 10+1: Os Anos Recentes da Arte Brasileira, Arte Internacional Brasileira, Alegoria – Arte Brasileira – Séc XX, Geração00 – A Nova Fotografia Brasileira, Fotografia na Arte Brasileira Séc. XXI, Espejos que Dejan Ver, Mujeres en Las Artes Visuales Latinoamericanas, Fotografia no Brasil – Um Olhar das Origens ao Contemporâneo, entre outros. Participa no momento das exposições: Modos de Ver o Brasil: Itaú Cultural 30 Anos na Oca, São Paulo e Artesania Fotográfica, Espaço BNDES, Rio de Janeiro.

Entra Franca

Sala Lindolf Bell – Centro Integrado de Cultura

Sujeito à lotação da sala.

 

 

Exibição do filme “O casamento de Clarice e Bataille” seguido de debate

O debate conta com a participação de uma das diretoras do filme, Julia Amaral, e com a artista visual e professora do Departamento de Artes da UDESC, Bianca Tomaselli.

quarta-feira, 4 de outubro, 19h30

 

Sobre o filme: “O Casamento de Clarice e Bataille” (2017, 58min), filme de Aline Dias e Julia Amaral foi produzido entre 2016-17 através do Prêmio Catarinense de Artes Visuais – Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, da Fundação Catarinense de Cultura a partir de roteiro premiado pelo Edital da Cinemateca Catarinense, com Ana Lucia Vilela (2012).

A proposta parte do desejo de aproximação conceitual/ficcional entre os escritores Clarice Lispector e Georges Bataille, impulsionada pela noção paradoxal de encontro/defasagem entre literatura e experiência. No filme, o casal constrói um espaço-tempo lento e introspectivo, imersos em gestos e ambientes domésticos. Rejeitando uma estrutura narrativa convencional, os personagens habitam os mesmo espaços, mas não contracenam. Sem encontros, sem diálogos, o filme complexifica o termo que o intitula: o casamento, que aqui excede o contrato social, amoroso ou físico e é pensado como experiência literária compartilhada (ou desejo de partilha de uma experiência insubordinável ao discurso).

Entra Franca

Sala Lindolf Bell – Centro Integrado de Cultura

Sujeito à lotação da sala.

 

Roda de conversa com Osmar Domingos e Juliana Hoffmann sobre a experiência na Cité Internationale des Arts

quinta-feira, 5 de outubro, 20h

Os artistas, vencedores das últimas duas edições do Prêmio, vão falar sobre suas experiências na Cité Internationale des Arts, uma das mais renomadas residências artísticas do mundo. Eles vão apresentar os trabalhos que desenvolveram durante a residência, explicar como criaram um projeto de residência e contar sobre seu amadurecimento profissional em um papo descontraído com os participantes.

Entra Franca

Sala Lindolf Bell – Centro Integrado de Cultura

Sujeito à lotação da sala.

 

Sexta Jazz AF – Especial Bill Evans

sexta-feira, 6 de outubro, 20h45

O tradicional concerto educativo de jazz da Aliança Francesa recebe o renomado pianista Luiz Gustavo Zago em uma homenagem a um dos mais importantes músicos de jazz da história, até hoje uma das referências do piano de jazz pós-50.

 

Músicos

Tiê Pereira – baixo

Mauro Borghezan – bateria

Luiz Gustavo Zago – piano

 

Sala Lindolf Bell – CIC

Entrada Franca

Sujeito à lotação da sala.

250 lugares.

 

Acessibilidade:

Audiodescrição via FM disponível.

Leve seu fone/rádio e acesse esse recurso.

 

Concertos AF – Un Duo et Deux Trios

Dmitry Dmitriyevich Shostakovich (1906–1975)

Gabriel Urbain Fauré (1845-1924)

Franz Joseph Haydn (1732-1809)

 

sábado, 7 de outubro, 20h

Com o tema “Um duo e dois trios”, o projeto Concertos AF destaca mais uma vez a escrita para a formação instrumental de câmara, objeto de interesse de compositores de períodos e origens diversas. O concerto é mais uma parceria entre os integrantes do conjunto americano Avery Ensemble Adriana Jarvis e Hans Twitchell, com o violinista Ricardo Müller, que em 2016 esteve à frente do Quinta Clássica AF.

 

Músicos:

Adriana Jarvis – piano

Hans Twitchell – violoncelo

Ricardo Müller – violino

 

Sala Lindolf Bell – CIC

Entrada Franca

Sujeito à lotação da sala.

250 lugares.

 

Acessibilidade:

Audiodescrição via FM disponível.

Leve seu fone/rádio e acesse esse recurso.

 

Lei de Incentivo à cultura

Patrocínio: Engie

Apoio: Associação Catarinense de Integração do Cego,  Fundação Catarinense de Cultura, Governo do Estado de Santa Catarina, Vito Balducci

Coordenação: Marte Inovação Cultural

Realização: Aliança Francesa de Florianópolis, Ministério da Cultura e Governo Federal