Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis Aliança Francesa Florianópolis

Música clássica será o tema do projeto “Concertos AF” de junho

Programa homenageará três grandes nomes do gênero. A entrada é gratuita
 
Com o tema “trois trios” (três trios), o Concertos AF, realizado pela Aliança Francesa de Florianópolis, realiza mais uma apresentação gratuita no dia 1o de junho, às 20h, Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis.
 
O destaque do concerto será a música de câmara, com uma homenagem a três grandes nomes da música clássica: Mozart, Svoboda e Mendelssohn, interpretados pelos músicos Ricardo Müller, (violino), Adriana Jarvis (piano) e Hans Twtchel (violoncelo), estes últimos integrantes do conjunto americano Avery Ensemble. Uma boa novidade do Concertos AF – Trois Trios, é que o evento contará com um sistema de audiodescrição através de rádio FM. Para ter acesso a esse recurso, deficientes visuais só precisam levar um rádio fm com fones de ouvido. Os ingressos serão distribuídos a partir das 19h na bilheteria do TAC.
 
O projeto Concertos AF 2017 é uma realização da Aliança Francesa de Florianópolis, Ministério da Cultura e Governo Federal. Conta com patrocínio da Engie Brasil Energia, através da Lei de Incentivo à cultura. Apoio: Associação Catarinense para Integração do Cego, Fundação Catarinense de Cultura, Governo do Estado de Santa Catarina. Coordenação: Marte Inovação Cultural
 
Sobre o programa da noite
 
O surgimento do trio para piano, violino e violoncelo se deu no final do séc. XVIII, período também conhecido como Classicismo, que foi palco de importantes transformações na história da música.
 
Uma dessas transformações foi a substituição do cravo pelo piano, instrumento que possibilitava contrastes mais marcantes de dinâmica; além disso a música feita somente com instrumentos passou a ter a supremacia sobre a música vocal, e a antiga sonata barroca para violino e baixo contínuo – uma forma de acompanhamento improvisado e executado geralmente por instrumentos como o
cravo e o violoncelo – deu lugar ao trio, no qual o piano e o violoncelo não têm mais apenas a função de acompanhantes, mas também são solistas ao lado do violino.
 
Não somente no final do séc. XVIII mas também nas décadas seguintes e até o séc. XXI vários compositores escreveram para essa mesma formação, retomando ideais e características estilísticas do período clássico: neste concerto serão apresentados o Trio No. 4 em Mi maior K 542, composto em 1788 pelo austríaco Wolfgang Amadeus Mozart; a Passacaglia e Fuga Op.87 do compositor de origem tcheca Tomáš Svoboda, compostos em 1978-1981, e o Trio No. 2 em Dó menor, op.66, composto em 1845 pelo compositor alemão Felix Mendelssohn.
 
Professor Marcos Holler – UDESC/CEART
 
Programa
 
W. A. Mozart – Trio No. 4 in E major, K 542
Allegro
Andante grazioso
Allegro
 
T. Svoboda – Passacaglia and Fugue, Op.87
Passacaglia – Allegro
Fugue – Molto vivace
 
F. Mendelssohn – Trio No. 2 in C minor, Op.66
Allegro energico e con fuoco
Andante espressivo
 
SCHERZO – Molto allegro quasi presto
 
FINALE – Allegro appassionato
 
Serviço
O quê: Concertos AF – “trois trios”
Quando: 01/06/2017
Local: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) – Rua Marechal Guilherme, 26 – Centro
Horário: 20h
Ingressos: entrada gratuita, com retirada a partir das 19h na bilheteria do TAC.
 
emm_600px_trois_trios-01